Ponto de Partida

O Alvissarismo é um sistema de Filosofia, Política, Economia e Religião que será compreendido se e só se o estudante desta Doutrina tiver um conhecimento prévio das filosofias de Kant, Lacan, Wittgenstein, Platão e Kardec, caso contrário, o Livro (Alvíssara) que estrutura este sistema em sete tomos tornar-se-á para o leitor cansativo e incompreensível. Este Livro talvez seja compreendido somente por quem já tenha refletido sobre as questões que nele estão expostas, ou, pelo menos, algo semelhante. O Livro (Alvíssara) onde está exposto o Alvissarismo enquanto sistema de Filosofia, Política, Economia e Religião, não é um manual a ser seguido, mas sim um instrumento de libertação do espírito que almeja pensar por si próprio. A finalidade deste Livro (Alvíssara) é regenerar a humanidade. O Livro (Alvíssara) trata dos problemas filosóficos, políticos, econômicos e religiosos relacionados à tradição Judaico-Cristã-Espírita. O Livro (Alvíssara) pretende, pois, arquitetar uma reforma filosófica, política, econômica e religiosa, traçando um limite para o pensar e o agir. No que se refere ao pensar, o limite só poderá, pois, ser traçado pela origem da linguagem (Logos), e o que estiver além do limite será apenas hipóteses problemáticas que jamais possuirão caráter assertórico e apodítico, e caso o pensamento não reconheça a existência do limite, tornar-se-á então fanático e dogmático. No que se refere ao agir, o limite só poderá, pois, ser traçado pela Lei enquanto fundada na liberdade de outrem, e o que estiver além do limite será arrogância, exaltação, e caso a ação não respeite a existência do limite, tornar-se-á então um pecado.